Aumento no consumo de ultraprocessados pode elevar incidência de câncer, diz pesquisa
Qual a relação entre alimentos ultraprocessados e o câncer? Pesquisadores da Universidade de Sorbonne, em Paris, apontam a possibilidade de essa ligação ser grandeem um estudo recém-publicado…
Saiba Mais

INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE A TRANSFUSÃO DE SANGUE

Recebeu a indicação médica para transfusão de sangue ou de algum de seus componentes?
Reunimos as principais dúvidas para garantir o melhor para o seu bem-estar nesta etapa.

O QUE É UMA
TRANSFUSÃO DE SANGUE?

Transfusão é o ato médico de transferir sangue ou hemocomponentes deste (plasma sanguíneo, plaquetas, hemácias e leucócitos) de um doador para o sistema circulatório de um receptor.

É um processo feito pela introdução de uma agulha ou catéter, realizado por um profissional habilitado.

Em alguns casos, pacientes podem necessitar apenas de um dos componentes do sangue, como plaquetas ou glóbulos vermelhos.

Antes de cada transfusão é necessária a coleta de uma amostra de sangue, para realização de testes que determinam a sua compatibilidade com o sangue que poderá ser transfundido, sendo que, a cada 72 horas, a amostra deve ser renovada.

POR QUE É NECESSÁRIA
A TRANSFUSÃO DE SANGUE?

• Para restabelecer ou estabilizar a situação clínica de um paciente, devido a vários motivos, como anemias (falta de glóbulos vermelhos) e sangramento (por falta de plaquetas), por exemplo.
• No Hemolabor, cada paciente deve ser acompanhado pela opinião do seu médico, além de contar com nossos especialistas do Serviço de Hemoterapia para o sucesso do seu tratamento.

QUANTO TEMPO DEMORA UMA TRANSFUSÃO DE SANGUE?

• Uma sessão de transfusão leva, em média, de 2 a 3 horas, entre a coleta de uma amostra e o início da transfusão, até o preparo e realização dos testes pré-transfusionais.
• É importante lembrar que, em alguns casos específicos, existem fatores que podem fazer com que tanto o preparo quanto a transfusão demorem mais do que o previsto.
• Durante a transfusão é permitido comer, ler, ver televisão e ouvir música.

 

A TRANSFUSÃO PODE
PROVOCAR REAÇÕES?

• Sim. Estes riscos são pequenos e uma série de cuidados são tomados para evitá-los.
• Os sintomas mais comuns são: febre, calafrios, tremores e coceira pelo corpo (urticária).
• Quando ocorrem, estes sintomas costumam ser leves e facilmente controláveis. Por isso devem ser informados imediatamente ao transfusionista e à enfermagem para que o tratamento transcorra bem.

Atenção! Normalmente não são necessários cuidados diferenciados após a transfusão sanguínea, mas, se você sentir alguns dos sinais acima ou qualquer outro sintoma que considere anormal, comunique imediatamente a equipe de enfermagem.

A GENTE GARANTE SEGURANÇA
PARA O MELHOR PARA SUA SAÚDE

Com o objetivo de garantir o máximo de segurança possível, o Controle de Qualidade do Banco de Sangue Hemolabor é extremamente rígido. Conforme recomendação do Ministério da Saúde do Brasil e de órgãos de Vigilância Sanitária, todo sangue recebido pelo Banco de Sangue Hemolabor é testado e tem resultados negativos para as seguintes doenças: Hepatite B, Hepatite C, HTLV I /II, Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS), doença de Chagas e Sífilis.

As metodologias empregadas para a detecção de doenças transmissíveis pelo sangue seguem as recomendações do Ministério da Saúde do Brasil. Portanto, o sangue transfundido pelo Banco de Sangue Hemolabor é o mais seguro que a medicina moderna permite.

Cadastro de doadores

Preencha os campos abaixo para o agendamento de doação de sangue.